“Instituições de pesquisa fortalecem a luta pela equidade racial” matéria do Instituto Ibirapitanga

O Instituto Ibirapitanga, organização dedicada à defesa de liberdades e ao aprofundamento da democracia no Brasil, publicou matéria em que destaca o papel de instituições de pesquisa científica no combate às desigualdades raciais no Brasil. Em especial, o texto traça um perfil do Grupo de Estudos Multidisciplinares da Ação Afirmativa (GEMAA), do IESP-UERJ, e do Núcleo de pesquisa, formação em raça, gênero e igualdade racial (AFRO), do Cebrab.

 

As eleições de 2020 demarcaram a importância da representatividade racial na frágil democracia brasileira. A pandemia de covid-19 e a repercussão de casos de racismo no Brasil e no mundo aumentaram a demanda por debates qualificados sobre raça, desigualdades e políticas públicas. É fundamental trazer esta temática para o centro, de modo que haja cada vez mais materiais que balizem essas políticas, para uma real democracia — pautada na equidade racial.

 

Leia a matéria complena na página do Ibirapitanga.

Comments are closed.