IESP-UERJ no AD Scientific Index

Na última semana de setembro, circulou nas redes a publicação do mais recente relatório do AD Scientific Index (Alper-Doger Scientific Index) que, diferentemente de outros sistemas que fornecem avaliações de periódicos e universidades, é um sistema de classificação e análise baseado no desempenho científico e no valor agregado da produtividade científica de cada pesquisador. Além disso, fornece classificações de instituições, com base nas características dos pesquisadores a elas afiliados.

 

Com limitações metodológicas apontadas pelos próprios formuladores da proposta, o AD Scientific Index é o primeiro e único estudo que mostra os coeficientes de produtividade total e dos últimos cinco anos de cientistas, com base nas pontuações do índice h, do índice i10 e de citações no Google Scholar (para uma explicação mais detalhada, acesse o Index aqui).

 

No estudo realizado para a América Latina, a UERJ ocupa a 25ª posição regional e a 21ª posição
no âmbito nacional. As cinco primeiras universidades são todas brasileiras (USP, UNESP,
UNICAMP e UFMG), salvo uma, a Universidad Nacional de La Plata (4ª posição). No caso da
UERJ, 75 cientistas são elencados entre os 10 mil mais produtivos da região. A diretoria do
Instituto se sente muito honrada ao registrar aqui o seu agradecimento ao saudoso professor
Luís A. Machado da Silva (in memoriam) e aos atuais professores Adalberto Cardoso, Carlos A.
Costa Ribeiro, Carlos R. S. Milani, João Feres Junior e José Maurício Domingues.

Comments are closed.